Instituições indianas e francesas colaboram para preparar engenheiros de classe mundial

April 3, 2017 - 4 minute read

Em uma ação para reforçar a colaboração acadêmica entre a Índia e a França, uma delegação da rede “n + i” de 50 institutos franceses de engenharia, aconselhou estudantes em Delhi e Uttarakhand sobre seguirem a engenharia na França. A delegação discutiu as enormes oportunidades disponíveis para estudantes de engenharia indianos, como resultado de recentes e importantes colaborações entre as duas nações, tais como

  • A Agência Francesa de Desenvolvimento pretende ampliar a assistência técnica para o desenvolvimento de três cidades inteligentes na Índia – Chandigarh, Nagpur e Puducherry
  • Parcerias entre a Engineering Projects India Limited (EPI) e nove empresas francesas que poderão contribuir em importantes projetos de infraestruturas na Índia
  • Participação do Centre National d’études spatiales (CNES) nas futuras missões de exploração espacial e planetária da Organização de Pesquisas Espaciais da Índia (ISRO)

Falando em uma sessão aberta realizada pela UPES para seus estudantes e de outras universidades, o Diretor Executivo da rede n + i afirmou que ” o n + i não é simplesmente outro programa de intercâmbio acadêmico (que leva a um Mestrado ou Doutorado), mas ele envolve treinamento em ciências e tecnologia, e uma visão geral cultural detalhada. Os alunos têm a oportunidade de ampliar suas habilidades fora das dimensões científica e tecnológica tradicionais de uma qualificação de engenharia, para áreas como os fatores econômicos, sociológicos e gerenciais que farão parte de suas futuras carreiras. Isto é conseguido através de programas de adaptação cultural e linguística, e estágio de qualificação. A UPES entende a necessidade de exposição internacional para estudantes de engenharia indianos, e nós valorizamos o papel instrumental que a universidade desempenha em tornar a educação internacional possível para seus alunos “.

O Dr. Trotignon também compartilhou que a n + i tem a iniciativa de solicitar bolsas de estudos de organizações públicas e privadas francesas, como ministérios, embaixadas, Airbus, Dassault Systems, Alten, Michelin Tires e muito mais. Ele foi acompanhado pela Sra. Sapna Sachdeva, Adida da Embaixada da França na Índia para Relações Universitárias, Sra. Golda Malhotra, Representante do Centro de Cultura Francesa da n + i na Índia, Sylvain Choin, Diretora Regional da Alliance Française e representantes de oito Universidades francesas.

Nos últimos 15 anos, mais de 250 estudantes indianos estudaram engenharia com a rede n + i, representando 10% do total de estudantes de engenharia que estudam na rede em 80 países. Na Índia, a n + i tem parceria com a UPES e muitas outras universidades.

O professor Dr. Ugur Guven, vice-presidente de Assuntos Internacionais da UPES, que organizou a visita da delegação à UPES, ressaltou que a exposição global é essencial para os engenheiros indianos na atualidade em que o setor de engenharia indiano e global está em uma curva de transformação. “Na UPES, estamos empenhados em oferecer oportunidades para os nossos estudantes para que eles ganhem experiência em cenários internacionais para que estejam prontos para a indústria, independentemente de limites geográficos. Em 2016, enviamos 50 estudantes da UPES para a França para cursos de verão e estágios, e vimos que suas habilidades de pensamento e resolução de problemas melhoram consideravelmente. Este ano, pretendemos enviar 100 estudantes”.

Para mais informações sobre esta iniciativa, envie um e-mail para Meenakshi Sharma (MSHARMA@UPES.AC.IN).